quinta-feira, 20 de junho de 2013

ENSINO RELIGIOSO 8º E 9º ANO




A EXPERIÊNCIA RELIGIOSA E O COMPORTAMENTO HUMANO Carlos Roberto Brandão5 Eusa Reynaldo da Silva6 As tradições religiosas têm pode...
O que são valores? 1. Quando decidimos fazer algo, estamos realizando uma escolha. Manifestamos certas preferências por umas coisas em ve...
ATIVIDADES 1-  Onde Surgiu a  civilização romana e quais seus principais povoadores? 2-    No período da Monarquia, a sociedade roma...
ATIVIDADES  8º ANO 1- Quando começa o processo de Independência do Brasil? 2- A instalação da Corte portuguesa no Brasil, em 1808, co...
Juazeiro A Revolta ou Sedição de Juazeiro foi um confronto ocorrido em 1914 entre as oligarquias cearenses e o governo federal provocado...
ATIVIDADES 7º ANO 1-A expressão "descobrimento" do Brasil está carregada de eurocentrismo. Explique o que é eurocentrismo....
A Ascensão do Fascismo e do Nazismo 9º ano O período do entre - guerras (1919-1939) foi a época do descrédito e da crise da sociedade lib...
Representações política e sistemas partidários 8º ano O sistema democrático representativo consiste, formal e substancialmente, numa org...
                              BENITO MUSSOLINI 9º ano Mussolini nasceu em 1883 e começou por se assumir como militante socialista para, ...
ENSINO RELIGIOSO 8º E 9º ANO
A EXPERIÊNCIA RELIGIOSA E O COMPORTAMENTO HUMANO

As tradições religiosas têm poder de influências na vida de seus seguidores, tanto em nível pessoal como na vivência coletiva. As crenças religiosas direcionam os comportamentos humanos como: o modo de falar, de se alimentar, de praticar o lazer, de se vestir e outras dimensões da vida. A experiência religiosa é sempre pessoal, ocorre no íntimo de cada pessoa mesmo nos momentos coletivos de celebrações, cultos, missas, festas culturais religiosas e outros. Assim, toda experiência religiosa é ao mesmo tempo individual e coletiva e por mais que seja ligada a um grupo social, pode ser observada por meio dos comportamentos individuais.

Compreende-se então que a experiência religiosa manifesta-se por comportamentos exteriores que revelam atitudes interiores, o que constituem o conjunto daquilo que se pode chamar de fenômeno religioso. Por Fenômeno Religioso entende-se o processo de busca que o ser humano realiza na procura de Transcendência que se traduz por atitudes e costumes, nos quais pode-se observar tanto a manifestação religiosa quanto a sua significação.

As tradições religiosas influenciam o modo da sociedade se organizar, como exemplo as festas religiosas de diferentes povos:

Na tradição islâmica o Ramadan (Jejum), no nono mês do calendário islâmico, é um tempo de jejum que dura um mês lunar, começa de manhã antes de nascer do sol e vai até o cair da noite. Neste período não se pode comer, beber, fumar e nem aspirar algum perfume: todos os sentimentos dever ser profundamente modificados;

No judaísmo o Rosh Há-Shaná, marca o começo do ano religioso judaico, que dá início a um período de dez dias de penitência após o Ano Novo, termina com o “Yon Kipur”, o dia do perdão. Nesse dia, as celebrações da sinagoga duram o dia inteiro, contém a confissão dos pecados, as súplicas para obter a misericórdia de Deus e os rituais que o Sumo Sacerdote celebrava no Templo.

A Páscoa dos cristãos, celebrações conhecidas popularmente na tradição católica como “Semana Santa”, precedida por um período de 40 dias denominado “quaresma”, um tempo de jejum e penitências em preparação às celebrações da páscoa que é a morte e a ressurreição de Jesus Cristo, fundamento da fé cristã. Outras influências são as celebrações religiosas por motivos dos dias santos na tradição cristã católica No Hinduísmo as festas são inúmeras (mais de quatrocentas ao ano), dentre elas temos a que celebra a primeira colheita de arroz e celebra também os animais domésticos, no sul da Índia, em janeiro.

Outra festa celebrada é em honra a Krishna, que anuncia a chegada da primavera. Durante esta festa, os fiéis se aspergem com poeira e água vermelha, simbolizando o sangue novo que deve correr nas veias.

Na cultura afra brasileira a festa da Iemanjá, orixá feminino do mar celebrada no dia 2 de fevereiro em diversas cidades do Brasil, dentre elas, a da paria do Rio Vermelho, em Salvador – BA. O rito sagrado, antes reservado só a comunidade, tornou-se público em 1923 e, hoje reúne cerca de 200 mil pessoas.

Na cultura indígenas vários rituais acontecem em ritmo de festas: no povo Karajá tem-se a passagem da criança para fase adolescente ( jyre ) e o rito aruanã para receber o espírito do bem, a fim de que a aldeia viva na paz e harmonia. Outro ritual integrante da cultura dos povos indígenas é a celebração da abundância da caça e pesca, garantia de alimento, equilíbrio e a continuidade da convivência entre o povo indígena e a natureza.

A sociedade por sua vez, também influencia o modo das religiões se organizarem. Há uma influência mútua nessa relação. Observa-se como exemplo: a utilização das novas tecnologias de comunicação e informação que foram introduzidas nas celebrações e divulgações das doutrinas religiosas. A influência social nos segmentos religiosos em vários aspectos como: vestuário; alimentação; a valorização da mulher; a abertura para constituição familiar entre diferentes culturas religiosas (união matrimonial); aceitação de políticas públicas em relação aos cuidados com a vida

As influências da tradição religiosa no comportamento humano e na estruturação da sociedade ocorrem desde o início da humanidade em um processo cultural de mútuas relações determinando os modos de vida pessoal e coletiva. Conhecer esta inter-relação segmento religioso comportamento humano e estruturação da sociedade contribuem para o respeito, a aceitação das diferenças e a construção do cidadão crítico.


Atividades:

1 – As tradições religiosas têm poder de influências na nossa vida?

2 – O que entendemos por Fenômeno Religioso?

3 – O que é o Ramadan?

4 - Como é celebrada a festa em honra a Krishna?

5 – Como acontece os rituais indígenas do povo Karajá?

6- Marque o certo:

a) (  ) A sociedade influencia o modo das religiões se organizarem. Há uma influência mútua nessa relação.

b) ( ) Somente a sociedade Indígena influencia o modo das religiões se organizarem.

c) ( ) As influências da tradição religiosa no comportamento humano e na estruturação da sociedade ocorrem desde o início da humanidade em um processo cultural de mútuas relações determinando os modos de vida pessoal e coletiva.

d) ( ) Nenhuma das alternativas estão corretas.
SUGESTÕES DE ATIVIDADES - ENSINO RELIGIOSO
As atividades que seguem foram elaboradas, como sugestão, para serem trabalhadas de acordo cada série/ano atendendo aos conteúdos e habilidades do Referencial Curricular. Essas atividades podem ser realizadas em séries/ano diferentes adequando aos conteúdos em estudo, ou seja, pode ser usado o modelo da atividade com outros conteúdos que estiverem em estudo. Além disso elas podem também ser alteradas, adequando à realidade de cada escola.

6º ano:
1. A família em união com o Transcendente.
Orientar os alunos a conversarem com seus familiares e responderem as seguintes questões:
Como são realizados os momentos re oração da família? Em casa? Em igrejas? Que textos utilizam? Como acontecem? Quem dirige? Se a família não participa, explicar por que. Na aula seguinte socializar com a classe. Organizar os textos e fazer uma exposição sobre os textos sagrados utilizados pelas famílias e comunidade. Valorizar todos os tipos que aparecer.
2. Caminho da Felicidade
Construir um painel com um grande caminho intitulado de “Caminho da Felicidade”.
Orientar os alunos a refletir sobre o acha necessário colocar neste caminho para que seja realmente um caminho de felicidade. Tudo que for positivo deverá ser escrito em flores e colado à beira do caminho. Se surgir algo negativo deverá ser escrito em pedra e colado à beira do caminho. O painel deverá ser colocado em mural e servir como regra de convivência para a paz.
3. Varal dos Textos Sagrados
Explorar em sala de aula textos sobre as quatro grandes religiões do mundo: Cristianismo, Islamismo, Judaísmo e Budismo. Dividir a turma em quatro grupos, um para cada religião. Orientar os grupos a organizarem um cartaz com o nome do texto sagrado da religião e a principal verdade. Ilustrar o cartaz com desenhos ou gravuras. Fazer uma exposição em varal.

7º ano:
1. Histórias Sagradas
Solicitar aos alunos que tragam fotos e/ou gravuras de momentos religiosos (cultos, romaria, batizados, missas, sessão espíritas,etc.) conhecido por eles ou seus familiares. Orientar a turma a contarem a história relacionada a foto ou gravura. Produzir um texto relativo à historia contada. Em seguida pode ser feita a exposição dos textos que podem ser ilustrados pelas gravuras.
2. Fira das Religiões
Para essa atividade os alunos podem ser orientados a fazerem um levantamento das tradições religiosos existente na comunidade (valorizando todas elas). Organizar a turma em grupos de acordo a quantidade de crença encontrada. Cada grupo deverá escrever uma carta ao líder da crença definida pelo professor solicitando que trague um objeto sagrado e o texto sagrado que utiliza, se houver, para fazer uma exposição na escola em data marcada. Cada objeto recebido deverá ser acompanhado por uma pessoa da devida crença para os devidos cuidados. Cada grupo deverá produzir um cartaz sobre a crença, com orientação de seu líder, para identificar os objetos e organizar uma feira religiosa na escola para ser visitada por todos. O professor deve esclarecer aos alunos que o trabalho é somente para estudo e conhecimento; não deve interferir na crença de ninguém.
3. Visitando a História
Convidar um professor de história, ou preparar uma aula, sobre a origem e evolução da escrita. Explicar aos alunos que os textos sagrados também foram escritos através de antigos escritos, como o pergaminho, de acordo a crença de cada povo das diversas partes da terra; Assim surgiram as várias religiões com seus textos sagrados. Apresentar aos alunos os textos sagrados das diversas religiões do mundo e em seguida solicitar que produzam um texto descrevendo a importância dos textos sagrados orais e escritos para cada crença.

8º ano:
1. A Árvore
Distribuir aos alunos uma folha de papel sulfite e pedir que desenhe uma árvore com raiz, caule, folhas, flores e frutos. Orientar aos alunos que escrevam na raiz: Quais os valores que dão sustentação a sua vida? (Não esquecendo dos valores religiosos). Escrever no caule: Quais são seus sonhos e projetos? O que você deseja para sua vida? Escrever nas folhas: O que você faz para cuidar de sua vida? Espiritual, sentimental, social e física? Escrever nas flores: Quais são seus valores? O que você faz de bom para si e para os outros? Escrever nos frutos: Que frutos você pretende dar para a sociedade? O que pretende fazer para que o mundo seja melhor?
Socializar a atividade com a classe e fazer uma exposição com os desenhos.
2. Atitudes humanas
Levar para a sala de aula revistas e jornais para recorte. Dividir a turma em dói grupos. Grupo 1 - procurar e recortar imagens que retratem situações de sofrimentos, desigualdade social, injustiça, maldade, etc. Grupo 2 - recortar gravuras que retratem situação de solidariedade, bondade, valorização da vida, igualdade, etc. Cada grupo montar um painel e expor na sala. Refletir com a turma: Porque há tantas diferenças na sociedade? Em que as entidades religiosas podem contribuir para uma sociedade mais justa? Quais as influências das religiões na vida de seus adeptos? As religiões ajudam a melhorar as atitudes das pessoas? É importante participar de uma religião? E outras.
3. O que significa viver?

É Preciso Saber Viver
Titãs
Composição: Erasmo Carlos / Roberto Carlos
Quem espera que a vida
Seja feita de ilusão
Pode até ficar maluco
Ou morrer na solidão
É preciso ter cuidado
Pra mais tarde não sofrer
É preciso saber viver
Toda pedra do caminho
Você pode retirar
Numa flor que tem espinhos
Você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode escolher
É preciso saber viver
É preciso saber viver
É preciso saber viver
É preciso saber viver
Saber viver, saber viver!


Solicitar aos alunos que, em dupla, façam a leitura e a reflexão da letra da música. Em seguida socialize com os colegas abrindo um debate. Finalizar o debate cantando a música. Orientar os alunos que produzam uma poesia que aborde o sentida da vida e a importancia da religiosidade para uma vida melhor.

9º ano:
1. Conversando sobre a morte
Exibir para os alunos a cena do filme “O Alto da Compadecida” que retrata o julgamento (a parte que Jesus e Nossa Senhora recebe os mortos no céu). Em seguida conversar com os alunos: De que maneira o filme retrata a morte? Quais são os principais sentimentos que a morte provoca? Em que ou em quem as pessoas buscam inspiração para entender o sentido da morte? As religiões entendem a morte da mesma forma? Por que a maioria das pessoas tem medo da morte? Quais as pessoas sofrem mais com a morte de pessoas queridas as que vivenciam uma religião ou as que não vivenciam? Porquê? E outras que atendam a curiosidade dos alunos. Não se pretende aqui chegar a uma conclusão. A idéia é refletir sobre a vida após a morte. Após esta aula deverá ser apresentado para a classe as diferentes crenção na vida após a morte: Ressurreição, Reencarnação, Ancestralidade e nada.
2. Mural Reflexivo
Providenciar e levar para a sala de aula revistas para recorte e quatro folhas de papel pardo ou outro. Dividir a turma em quatro grupos. Nas folhas de papel escrever os títulos: Ser, Conviver, Conhecer , Fazer. ( cada palavra é título de uma folha) Distribuir para cada grupos uma folha já com o título. Orientar os alunos a procurarem e recortarem gravurasd que retratem o título indicado e colar montando um cartaz. Fixar os cartazes no quadro. Analisar silenciosamente fazendo uma leitura de imagem. Em seguida abrir um debate sobre a importancia da vida e das quatro palavras no desenvolvimento do ser humano.
3. Caixa de Curiosidade sobre a morte
Organizar uma caixa (decorar e colocar o título: curiosidade sobre a morte). Levar os alunos para a biblioteca ou laboratório de informática. Solicitar que pesquise curiosidades sobre a morte. Distribuir para os alunos tiras de papel e pedir que escreva as curiosidades encontradas, dobre e coloque na caixa sem contar para os colegas. Posteriormente, abrir a cais e socializar as curiosidades. Obs. Em caso de utilizar a biblioteca, comunicar com antecedencia para selecionar o material e agendar o horário.





Nenhum comentário:

Postar um comentário